Ihu, o que há de novo nessas variantes?

Nesta terça-feira, por meio do jornal ABC, um grupo de cientistas franceses estuda o surgimento de uma nova variante do coronavírus, provisoriamente chamada de IHU, pelo Instituto Hospitalar Universitário de Marselha, que a batizou com iniciais próprias.

De acordo com o que é replicado no jornal espanhol, essa nova cepa teria até 46 mutações e 37 deleções. Os resultados foram pré-publicados em ‘medRxiv’. Neles, são analisados ​​12 pacientes com coronavírus que viviam na mesma área geográfica da França.

Da mesma forma, explica-se que os testes realizados detectaram mutações que apresentavam uma “combinação atípica”. Os casos podem estar relacionados a uma viagem a Camarões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *