A ascensão da maconha, um efeito bouquet sensual

A maconha tem sido usada há milhares de anos para diversos fins, e muitas culturas e subculturas ao redor do mundo estudaram seu valor para o sexo ao longo da história. Na região norte do Himalaia e da Índia, a maconha é usada desde os tempos pré-históricos no xamanismo.

Em algumas linhagens da tradição tântrica, a maconha foi usada para induzir um estado meditativo, para trazer a mente de volta ao “aqui e agora” do momento presente e para finalmente alcançar um estado de iluminação por meio de práticas sexuais. Esses antigos usos da maconha excedem em muito nossa compreensão ocidental atual do potencial da própria experiência sexual e do potencial de uma dose de maconha para intensificar essa experiência.

Mas mesmo sem esse conhecimento tântrico, inúmeros usuários contemporâneos de maconha redescobriram diferentes usos da maconha para melhorar suas vidas sexuais. Quando sob os efeitos psicoativos da maconha, o foco está no aqui e agora e relaxamos. Esquecemos de uma briga verbal anterior com nosso parceiro, de um exame que faremos no dia seguinte. Neste espaço, focamos no nosso próprio corpo e no do nosso parceiro, nas suas necessidades, desejos e vontades.