COVID-19: A OMS considera o Ómicron, uma nova variante do coronavírus, “preocupante”


A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou nesta sexta-feira que a nova variante do SARS-CoV-2, que chamou de omicron, é "preocupante" tendo em vista o grande número de mutações que apresenta.

O Grupo Técnico Consultivo sobre a Evolução do Vírus SARS-CoV-2 realizou uma reunião extraordinária antes da descoberta da nova variante, cuja primeira amostra foi coletada em 9 de novembro na África do Sul, país que notificou a OMS no dia 24 .

Os especialistas do Grupo indicaram que o Ómicron apresenta múltiplas mutações, algumas das quais sugerem um maior risco de reinfecção do que outras variantes que também são preocupantes.

A OMS alertou que o número de casos de Omicron está aumentando em quase todas as províncias da África do Sul, onde a taxa de vacinação é baixa, e que foi detectado em taxas mais rápidas do que picos de infecção anteriores, o que sugere que pode ter uma vantagem de crescimento .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *