História da Cannabis

Não é de estranhar que Portugal, que era uma potência mundial dominante, tenha entrado em contacto com a cannabis durante as suas anteriores operações no estrangeiro. É provável que os portugueses coloniais tenham encontrado a planta na Índia, Moçambique e Angola, em todos os países que estiveram sob controle português por muitos anos.

Acredita-se também que os portugueses introduziram a cannabis no Brasil no século 16, seja eles próprios ou por meio dos escravos que transportavam na época. A partir daí, é razoável concluir que os comerciantes portugueses trouxeram haxixe e cannabis para o seu país de origem durante vários séculos.

Portugal também tem uma história ilustre de cultivo de cânhamo. Seus habitantes usam a planta há séculos para fazer cordas e velas, o que pode ter contribuído para sua reputação como grandes marinheiros.

Maconha e serotonina: tudo o que você precisa saber

Hoje tratamos de um tema muito interessante, o da maconha e da serotonina. A maconha sempre foi associada a bons momentos e sensações infinitamente agradáveis. Todo mundo sabe que quando você fuma maconha, você se diverte. Mas por que isso acontece? Qual é a razão por trás dessa inexplicável sensação de felicidade que parece acompanhar todas as boas variedades de maconha?

Mais do que algum tipo de fenômeno inexplicável, tem a ver com a liberação de um neuroquímico chamado serotonina e os sentimentos felizes que ele cria.

O que é café de maconha?

O nome explica isso perfeitamente. Se você quiser apimentar seu café da manhã, adicione uma porção saudável de THC.

Há várias maneiras de fazer isso. Algumas pessoas colocam a erva moída em água quente junto com o café moído, embora essa não seja a maneira mais eficiente ou eficaz.

Outras pessoas são mais criativas, fazendo primeiro um lote de manteiga de maconha, que depois usam para fazer sua versão do café definitivo.