Portugal confirma dados do pior caso COVID-19

As autoridades de saúde portuguesas notificaram esta quarta-feira mais de 2.500 novos casos de COVID-19, balanço diário que o país não regista desde o início de setembro e que coincide com o debate aberto sobre a eventual adoção de novas restrições. Portugal confirmou 1.112.682 positivos para o coronavírus desde o início da pandemia, 2.527 a mais do que na terça-feira, enquanto o número provisório de mortes é de 18.283. A taxa de incidência em …

Leia mais: https://www.europapress.es/internacional/noticia-portugal-confirma-peor-dato-canes-covid-19-principios-se Septiembre-20211117164243.html

(c) 2021 Europa Press. A redistribuição e redistribuição deste conteúdo sem o seu consentimento prévio expresso é expressamente proibida.

Teste negativo ou certificado Covid necessário para ir a hotéis em Portugal

Os hotéis em Portugal devem exigir que os turistas tenham um teste negativo ou um certificado de vacinação digital. Os finais de semana também serão necessários para acessar os locais de maior incidência.

Nesse momento, a incidência no país passou para 254,8 e a taxa de transmissão para 1,20 no território peninsular.

Em alto risco estão as vilas de Braga, Matosinhos, Paredes de Coura, Vila Nova de Gaia, Albergaria-a-Velha, Alenquer, Aveiro, Azambuja, Bombarral, Cartaxo, Constância, Ílhavo, Lagoa, Óbidos, Palmela, Portimão, Rio Maior , Salvaterra de MAgos, Santarém, Setúbal, Sines, Torres Vedras, Trancoso, Trofa, Viana do Alentejo, Vila Nova de Famalicão e Viseu.

Em muito alto risco estão Porto, Albufeira, Almada, Alcochete, Amadora, Arruda dos Vinhos Barreiro, Cascais, Lagos, Lisboa, Loulé, Loures, Lourinhã, Mafra, Mira, Moita, Montijo, Mourão, Nazaré, Odivelas, Oeiras, Olhão, Santo Tirso, São Brás de Alportel, Seixal, Sesimbra, Silves, Sintra, Sobral de Monte Agraço, Vagos e Vila Franca de Xira.

O toque de recolher é entre as 23:00 e as 05:00 horas enquanto que o horário de encerramento dos cafés e restaurantes será às 22:30. Por último, a mobilidade é permitida na área metropolitana de Lisboa durante este fim-de-semana